• Possui alguma dúvida?
  • Phone: +(34) 3212-1477
  • Email: contato@escritorialcontabil.com.br
Stay Connected:

Conciliar Engenharia e Sustentabilidade: um desafio a ser enfrentado!

Escritório de Contabilidade em Uberlândia - Minas Gerais | Escritorial Contabilidade

“O desenvolvimento sustentável é um desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades”

(A Comissão Brundtland, 1987)

Muitas pessoas acreditam que a finalidade da engenharia civil é remodelar o planeta terra para uso do ser humano. Para termos esta impressão reforçada, basta andarmos pelas encostas do litoral brasileiro ou pelas regiões serranas onde vistas infinitas de encostas e varandas com piscinas naturais são projetadas para atender os desejos mais diversos dos mais abastados financeiramente. Basicamente, estamos falando sobre a natureza projetada em submissão.

O grande desafio dos engenheiros civis é reconciliar o uso humano com as características inerentes e únicas de cada terreno. Um dos elementos-chave para a sustentabilidade na engenharia é a água. Água potável, águas subterrâneas, águas superficiais, águas pluviais, águas residuais, água recuperada para reutilização. Uma das metas da engenharia sustentável é a gestão adequada da água para a manutenção de todas as espécies viventes.

A engenharia sustentável está evoluindo em resposta aos desejos de indivíduos, empresas e grupos comunitários, dispostos e economicamente capazes de perseguir seus objetivos de desenvolvimento por meios sustentáveis. Diversas vezes se foi evidenciado que a viabilidade econômica não precisa ser sacrificada para alcançar a sustentabilidade ambiental e a equidade social. Práticas de engenharia responsáveis, guiadas pela ética ambiental da comunidade, podem resultar na redução dos custos do ciclo de vida e mitigar impactos ambientais e econômicos adversos que se projetam para o futuro.

O que é engenharia sustentável?

A engenharia sustentável leva os conceitos da engenharia ambiental ao próximo nível, examinando as interações entre sistemas técnicos, ecológicos, sociais e econômicos e evitando deslocar os problemas de uma região para outra.

Sustentabilidade é viver bem dentro dos limites ecológicos de um planeta finito. Mais do que nunca, os engenheiros precisam encontrar soluções holísticas e eficazes para proteger nossos sistemas vitais de apoio à vida e, ao mesmo tempo, atender às necessidades de uma população humana em franco crescimento.

Conceitos como o pensamento do ciclo de vida, ecologia industrial e engenharia de sistemas sustentáveis ​​são elementos importantes na educação e prática do trabalho de um engenheiro civil sustentável.

Um engenheiro civil, especializado em obras sustentáveis precisa:

  • Ter uma profunda compreensão dos princípios holísticos da ecologia industrial;
  • Saber como utilizar de forma eficiente cada recurso natural;
  • Favorecer a criação de designs ecológicos,
  • Fazer uma gestão de riscos, consumo e produção sustentáveis;
  • Compreender os quadros ambientais e de sustentabilidade no desenvolvimento corporativo e regional;
  • Ter conhecimento especializado em métodos e ferramentas de avaliação de sustentabilidade, tais como avaliação do ciclo de vida, análise do fluxo de materiais, pegada ambiental e análise de insumos;
  • Trabalhar em soluções para problemas importantes: alterações climáticas, disponibilidade de água, futuro energético, gestão de resíduos, qualidade do ar, etc.

O que significa ser sustentável na Engenharia Civil?

O coração do planeta na atualidade bate de acordo com a revolução tecnológica, a dinâmica populacional, preocupações ambientais, desenvolvimento urbano e muito mais. Como resultado, os engenheiros civis e ambientais devem ser criativos e solucionadores de problemas para enfrentar os desafios do século XXI.

Para um empreendimento ser considerado sustentável o engenheiro precisa considerar:

Planilha Para Calcular Preco De Projeto - Contabilidade em Uberlândia | Escritorial Contabilidade

        1-Sustentabilidade ecológica

O engenheiro precisa criar edificações de modo a proteger os recursos naturais e o ecossistema, proporcionando um retorno positivo ao meio ambiente e uma vida mais econômica aos seus clientes, além de uma vida mais saudável, por trazer a interação direta com tudo o que é natural.

        2-Sustentabilidade econômica

O engenheiro deve se preocupar com a produtividade dos recursos disponíveis, ou seja, sua durabilidade e utilidade ao longo dos anos.  Além disso, deve se atentar também com o custo de cada operação.

       3-Sustentabilidade Cultural e Social

Tem que haver, por parte do engenheiro, uma atenção especial à saúde de quem vai habitar sua edificação após o término, criando conforto e preservando o estado físico e mental de quem viver no empreendimento. Além disso, o engenheiro deve se preocupar com os valores culturais e sociais.

Essas três especificações, que resumem bem a sustentabilidade na engenharia, são previstas por Antonioli (2003).

Portanto, ser sustentável é considerar todos os aspectos de preservação, sejam eles físicos, econômicos ou naturais, para que haja uma diminuição de custos a longo prazo e garanta a vida útil de todos os recursos da edificação e de quem tiver interação com a mesma.

Como criar ambientes sustentáveis?

Uma pessoa pode identificar a sustentabilidade de um ambiente quando observa na mesma, formas inteligentes para preservação geral de cada aspecto do projeto. Veja alguns exemplos de sustentabilidade:

  • Uma edificação onde o engenheiro utiliza recursos naturais, como por exemplo, a iluminação natural. Ao se utilizar deste recurso, o mesmo evita desperdício da luz e reduz os custos de seus moradores com o uso da eletricidade.
  • Reutilização ou aproveitamento das águas da chuva. Projetos com essa opção auxiliam na redução do consumo de água, ajudando bastante ao meio ambiente.
  • Aquecimento solar e geração de energia através de painéis fotovoltaicos. Nesse caso utiliza-se o sol para aquecer o que, normalmente, seria aquecido pela eletricidade, racionalizando a energia com essas tecnologias sustentáveis.
  • Reciclagem inteligente. Atualmente é necessário ter a coleta de lixo separada e organizada para garantir a facilitação do reuso dos materiais recicláveis.
  • Regulagem da acústica e da temperatura. É importante que um ambiente sustentável garanta o conforto dos usuários trazendo essas opções para que em nenhum aspecto o meio-ambiente seja ‘agredido’.

Conclusão

Uma obra sustentável é aquela que não agride o meio ambiente nem as pessoas que estiverem ligadas a ela, utilizando materiais biocompatíveis e que funcionam dessa forma durante todas as etapas dos processos. Seja na obtenção, fabricação da edificação, aplicação das matérias e principalmente,  durante a vida útil desse empreendimento.

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

    Como engenheiro civil, você já trabalhou na concepção e construção de um empreendimento sustentável? Conte-nos sua história e aspirações sobre sustentabilidade na engenharia civil nos comentários!

    Até a próxima!

    Assine nossa newsletter

    Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

      Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Escritorial.

      Prestamos assessoria por meio de uma equipe treinada e qualificada nas áreas contábil, fiscal, pessoal, societária e tributária; além disso, atuamos com Imposto de Renda e com auditoria,

      Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website, caso você prefira, você pode utilizar o nosso formulário de contato.

      Classifique nosso post post
      Engenheiro Em Mg - Contabilidade em Uberlândia | Escritorial Contabilidade

      Compartilhe nas redes!



      1 comentário

      Eu adorei esse site. Muito conteudo de qualidade. Parabens

      Recomendado só para você!
      A Construção Civil é um segmento importantíssimo para a economia…