Conecte-se conosco:

Qual o regime tributário ideal para uma construtora?

Regime Tributário Ideal Para Um Construtora Post - Escritorial Contabilidade

Escolher o melhor regime tributário para construtora é uma ação determinante para o valor da sua carga tributária. Entenda como na postagem de hoje!

Estar enquadrado no regime tributário mais vantajoso para a sua construtora garante vários benefícios fiscais para a sua empresa.

Então, foi pensando na otimização da sua gestão tributária, fiscal e, também, financeira, que nós, da Escritorial Contabilidade especializada em empresas da construção civil, preparamos a postagem de hoje com o objetivo de te apresentar os regimes tributários existentes no Brasil e como você pode escolher o mais vantajoso para o seu negócio.

Mas antes, vamos entender o que são os regimes de tributação e qual a sua aplicação na gestão da sua construtora.

O que é um regime tributário?

O regime de tributação é um conjunto de leis que estabelece a forma como devem ser tributadas as empresas, referentes às tributações federais:

  • Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ); e
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Sendo diferenciados pelo valor das alíquotas, os limites de faturamento e abrangência das naturezas das atividades exercidas pelas empresas.

Mas, agora, vamos conhecer os regimes tributários existentes no Brasil.

Quais são os regimes tributário existentes no Brasil?

No Brasil possuímos 3 opções de enquadramento para as empresas da Construção Civil, sendo elas:

Existe também o regime de tributação Lucro Arbitrado, no entanto ele é condicionado para casos especiais, determinado pela própria Receita.

Simples Nacional

O Simples Nacional é caracterizado por sua simplicidade. Sendo assim, o empresário que optar por esse regime irá contemplar vantagens como:

  • Recolhimento de impostos unificado, por meio de uma guia única de tributação, com valores relativamente menores;
  • Menos processos burocráticos e cálculos simplificados, respeitando o Anexo em que você está inserido.

Mas, ao mesmo tempo, terá que lidar com limitações como o limite de faturamento, que vai até R$ 4,8 milhões por ano, e a restrição a certas atividades, tais como de natureza financeira.

Regime tributário para construtoras

Lucro Presumido

O lucro presumido é um pouco mais complexo do que o Simples, mas dependo dos números do seu negócio pode apresentar impostos menores.

O seu cálculo é realizado de maneira separada, tanto para o IRPJ, CSLL quanto para o ISS, ICMS, PIS e Cofins.

Seu limite de faturamento aceita rendimentos até R$ 78 milhões por ano, mas ainda assim limita a participação de empresas de natureza financeira, como bancos.

Lucro Real

Por fim, temos o Lucro Real, que suporta empresas com faturamento elevado – acima de R$ 78 milhões – e tem o cálculo dos impostos semelhante ao do Lucro Presumido, porém com o PIS e Cofins não cumulativos. Abrangendo empresas de qualquer natureza.

Conte com a Escritorial Contabilidade e garanta a escolha do melhor regime de tributação para a sua construtora!

Então, para que você pelo melhor regime de tributação, a presença de um contador especialista em seu ramo de atuação é indispensável.

Dependo do seu faturamento e demais dados sobre o seu negócio, como a região de atuação e número de funcionários, você poderá contar com um planejamento tributário para a definição do melhor regime de tributação para construtoras e garantir inúmeras vantagens financeiras e tributárias.

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Escritorial Contabilidade?

Somos uma Contabilidade em Uberlândia – MG, especialistas no seu negócio para ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @escritorialcontabilUDI

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!